31 de mai de 2010

Viajantes de Pelúcia

Em uma das tantas cenas marcantes de 'O Fabuloso Destino de Amélie Poulin', a protagonista, interpretada magistralmente por Audrey Tatou, preocupada com a depressão do pai, despacha o gnomo de jardim da família para uma viagem pelo mundo. A ideia era registrar, por meio de postais, a passagem do inusitado viajante pelos pontos turísticos que o pai sempre quis conhecer.


A cena me veio imediatamente à cabeça assim que tomei conhecimento do sucesso que a agência checa Toy Traveling está fazendo. A companhia se especializou em promover excursões para bichinhos de pelúcia e outros brinquedos.


O tour pelos principais pontos turísticos de Praga,capital da República Checa, por exemplo, tem preços que vão desde 90 a 150 euros. Entre os serviços oferecidos pela agência estão comunicação diária (via email) com o dono, aromaterapia, massagem e, claro, um CD com todas as fotos tiradas durante a viagem.

"Existem cerca de 1,2 bilhões de bichinhos de pelúcia no mundo, e tenho certeza de que parte de seus donos quer que eles tenham novas experiências", afirma o empreendedor Tomio Okamura, que já tem uma lista de espera de 50 viajantes de pelúcia do mundo todo.

Shots Cinematográficos

O artista Josh Cooley trabalha na Pixar e participou de grandes produções como Carros, Ratatouille e Up. As ilustrações abaixo são de seu novo livro chamado 'Movies R. Fun', que deverá ser lançado na Comic Con deste ano.


Josh empresta seus traços para a “livre reintrepretação” de famosas cenas do cinema imortalizadas em filmes como 'O Profissional', 'Seven', 'O Poderoso Chefão', 'Exterminador do Futuro', entre outros.




(via CTRL+Pels)

27 de mai de 2010

O Testemunho das Multidões


Um projeto que se iniciou como um site de jornalismo colaborativo em 2007 no Quênia, durante a transição do governo local – que provocou diversos conflitos generalizados, o Ushahidi, grande vencedor do The Bobs este ano, tem a proposta de mapear os locais que mais precisam de ajuda em uma região afetada por um desastre natural, como um terremoto ou enchente, por exemplo.

Voluntários podem enviar informações sobre pessoas desaparecidas, desabamentos, falta de água, incêndios, pontes quebradas, entre outros, diretamente das ruas, seja por meio de SMS, emails ou mensagens no Twitter.


O projeto já havia ganhado destaque mundial em 2009 ao ser apontado como uma das 50 empresas mais inovadoras pela Technology Review, do MIT, e ficou conhecido mundialmente nas tragédias que afetaram o Haiti e o Chile no início do ano e, mais recentemente, ao mapear os efeitos do vazamento de óleo no Golfo do México.


O Ushahidi - que significa “testemunho”, em Swahili, uma das línguas faladas no Quênia - foi idealizado pela advogada e blogueira Ory Okolloh. Ela estava morando na África do Sul, voltou ao Quênia para votar e observar a eleição de 2007, mas recebeu ameaças por causa de seu trabalho e decidiu voltar à África do Sul. Ela então publicou na Internet a ideia de uma ferramenta de mapeamento que permitisse que as pessoas relatassem a violência e outros comportamentos ilegais de forma anônima. Alguns aficionados em tecnologia viram a mensagem dela e construíram a plataforma durante um fim de semana prolongado.

Confira no vídeo abaixo detalhes do funcionamento desta fantástica ferramenta de exercício da cidadania.

Um dia na vida do Frank


Tetris Everywhere


O game Tetris completou 25 anos em 2009 e, ao contrário do que se pode imaginar, ele não está presente apenas no mundo dos jogos eletrônicos.


Talvez ele esteja na rua onde você mora ou, quem sabe, na decoração da sua casa. O Tetris está em todo lugar, tanto que para provar isso foi criada uma galeria no Flickr especialmente para o jogo.


Tetris Tetris Everywhere é criação da russa Olga Pavlovsky e pretende mostrar através de belíssimas e inusitadas fotografias como o Tetris está presente no nosso dia-a-dia e, muitas vezes, nem percebemos.


(via Intervenções)

iPhonia

O iPhone passou de fetiche consumista para objeto corriqueiro na vida das pessoas. Agora ele vira linguagem para videoclipe, na música “On my way”, da banda Izabo.



(via Ideia Forte)

26 de mai de 2010

CNN reconstitui o Muro de Berlim com fita adesiva


O Projeto “Go Beyond Borders” foi uma iniciativa da CNN Internacional, em parceria com a agência Heimat Berlin e os artistas de rua do grupo El Bocho, cujo propósito foi celebrar o 20º aniversario da queda do Muro de Berlim.

Juntas, essas feras colaram cerca de 40 km de fita adesiva na rua para marcar o local exato onde o famoso muro foi construído, separando a Alemanha Ocidental da Alemanha Oriental.

Todo o projeto foi integrado com uma plataforma digital, onde através de QR Codes, os usuários eram direcionados para uma área exclusiva no site da CNN, obtendo mapas e conteúdos interativos do projeto, além de poder postar fotos e vídeos do local onde estivessem.



(via Y2)

Um desfile de fotos gigantes pelas ruas

Depois do aclamado vídeo 'The Pen Story', a Olympus acaba de lançar mais uma fantástica produção em stop motion. Com um total de 355 fotos tiradas, impressas e transformadas em verdadeiros painéis para que depois fossem tiradas novas fotos, o trabalho foi todo feito em uma Olympus PEN, sem truques ou efeitos em computador.

Para não desgrudar os olhos

Genial filme de divulgação do Sala Montjuic, festival anual de filmes a céu aberto que ocorre em Barcelona, na Espanha.



(via Zupi)

Momentos

Emocionante filme criado pela LG Portugal. Vale muito a pena assistir!

24 de mai de 2010

Liquidificador Sonoro

O DJ israelense Kutiman é uma daquelas figuras que se tornaram celebridades na web com uma idéia genial. Juntando trechos de vídeos musicais encontrados no Youtube em um liquidificador sonoro, ele compõe novas músicas com um jeito inovador e colaborativo no projeto Thru-You.

Como costuma acontecer nestes casos, ele foi descoberto pelo mercado, sendo contratado para várias campanhas publicitárias.

No Craftsman Music Experiment, ele remixa co maestria sons emitidos por diversas ferramentas, como serras elétricas, furadeiras, martelos, entre outras peças da Crafstman Tools.



Já para a Vodafone espanhola, ele criou várias faixas com trechos de vídeos enviados pelos internautas, no projeto Beatclip.



(via Ideia Forte)

Who you gonna call?

As bibliotecas públicas nos EUA estão sofrendo um imenso corte no orçamento, e a campanha Don’t Close The Book visa justamente tentar acabar com essa situação. Nessa hora, entra em cena o pessoal do Improv Everywhere, que reproduziu uma emblemática cena do clássico GhostBusters dentro da Biblioteca Pública de Nova York.



(via Pitaco)

Se Rembrandt fosse patrocinado...


O artista escocês Alan MacDonald incorpora marcas do mundo moderno à pinturas que remetem ao estilo clássico de uma das mais eminentes figuras na história da arte européia, Rembrandt Van Rijn.



(via Blue Bus)

22 de mai de 2010

Os Sons de Nova York

NY Sound Map é um projeto interativo criado em 2006 pela NYSAE (The New York Society for Acoustic Ecology) que abriga geniais propostas de mapeamento sonoro realizadas na cidade de Nova York, mas que podem muito bem ser replicadas em qualquer lugar:


- No Sound-Seeker é possível procurar por lugares com sons gravados em um mapa detalhado com fotos de satélite. Criado através do Google Maps e marcado por GPS;


- Audio bus é um projeto de mapeamento sonoro experimental gravado através da rota do ônibus B61 entre os bairros do Brooklyn e do Queens;
 
 
- City in a Soundwalk, por sua vez, é uma coletânea de sons coletados em caminhadas feitas aleatóriamente pela cidade.

Para beber com os olhos

O site Designlovr fez um belo post com 50 embalagens de cerveja para beber com os olhos. Abaixo, cinco amostras para se embriagar, começando pela belga Saison 1900,que denuncia os efeitos terapêuticos de uma gelada:






E Bansky virou boneco...



... Não só ele, mas várias figuras do meio artístico, na série de action figures do americano Mike Leavitt. Bonecos articulados de ícones modernos como a figura aí de cima, e outros com alguns anos a mais de estrada como David Byrne, David Linch e Andy Warhol (em ordem, logo abaixo) são os meus favoritos, mas vale a pena acessar o site e conferir todos.




19 de mai de 2010

Projeto 6emeia


Anderson Augusto e Leonardo Delafuente, moradores do bairro da Barra Funda, zona oeste de São Paulo, são os artistas por trás do Projeto 6emeia.


Bueiros, faixas de travessia de pedestres, postes, tampas de esgoto e tudo aquilo que compõe o cenário urbano de São Paulo são os alvos das intervenções muito bem humoradas da dupla. O objetivo é mostrar que até o mais esquecido e indiferente objeto, se olhado com cuidado, pode exalar arte.




As pessoas mudam, não?

2 anos e 9 dias = 958 fotos em dois minutos!

Sociável, mas sob controle


Preocupado com o uso que seu filho pequeno iria fazer das redes sociais num futuro breve, Mandeep Singh Dhillon criou o Togetherville, uma rede social para crianças de 6 a 10 anos e seus pais. Foram 3 anos de desenvolvimento do projeto e alguns meses de acesso restrito até o lançamento ontem.

O objetivo é manter as crianças afastadas de riscos como o cyberbullying e os pedófilos, mas, ao mesmo tempo, permitir que os pequenos desenvolvam habilidades que serão importantes para eles ao longo da vida. No site, os pais constroem uma rede de relacionamento para os filhos baseada na network que eles próprios têm no Facebook. Ou seja, os filhos podem interagir com os filhos dos amigos e com adultos escolhidos pelos pais.

O ambiente é semi-privado - o conteúdo é moderado, o que quer dizer que se uma criança vê um vídeo no site é porque ele foi aprovado antes. Embora o modelo de negócio nao esteja totamente definido, o Togetherville nao vai cobrar assinatura nem vai exibir publicidade - pretende ganhar dinheiro, em parte, com a compra de produtos virtuais pelas crianças (com autorizaçao dos pais, naturalmente).

(via Crianças e Mídia)

18 de mai de 2010

The Creators Project


The Creators Project é uma nova rede dedicada a celebrar a criatividade e a cultura entre os meios de comunicação ao redor do mundo. Criado através de uma ambiciosa parceria entre as gigantes VICE e Intel, o projeto tem dois objetivos: um deles é ser um canal moderno de mídia que irá identificar continuamente e celebrar o trabalho de artistas visionários onde quer que eles estejam. O outro é funcionar como um estúdio de criação de conteúdo, uma espécie de instituição de arte, que facilitará a produção e a disseminação de novos trabalhos desses artistas e de seus colaboradores.

O projeto também prevê uma série de exposições e apresentações que acontecerão em diferentes centros urbanos ao redor do mundo a partir do mês de junho, começando por Nova York e com passagem confirmada por São Paulo no mês de agosto.

Seja na música, cinema, arte, design, games ou moda, o melhor de tudo é que os vídeos estão legendados (e sendo liberados aos poucos) e o site também pode ser visto todo em português…
 
Confira aqui uma reportagem completa sobre o projeto publicada na Wired e, abaixo, uma entrevista gravada com o designer carioca Muti Randolph, destaque entre os trabalhos de design liberados no site até o momento.

17 de mai de 2010

Superlotação


Com sua multidão de personagens sufocados, o artista norte-americano Dan Witz retrata por meio de pinturas a óleo, que, diga-se de passagem, se passam tranquilamente por fotografias fiéis para o observador menos atento, cenas típicas dos superlotados centros urbanos.



(via Zupi)

Letras e Formas


A fotógrafa britânica Amandine Alessandra usa de maneira inusitada objetos do cotidiano e o próprio corpo humano para criar tipografia. Um exemplo disto é seu alfabeto com roupas (acima) e a série “A shut book is just a block” (abaixo).


Em "As Lewis Carroll used to say", ela sintetiza de maneira brilhante seu trabalho: 'I have proved by actual trial that a letter, that takes an hour to write, takes only about 3 minutes to read...'


Papel e Cola


As artesãs russas Alexei Lyapunov e Lena Ehrlich, do coletivo People Too, desenvolvem trabalhos manuais inspirados em grandes ídolos da música pop. Elas fazem personagens, instrumentos e cenários apenas com papel e colagem.




15 de mai de 2010

NET - Um mundo de arrogância


Sou assinante da NET há pelo menos 5 anos. Recebi há cerca de um mês uma oferta para migrar meu plano para a NET Digital e, para isso, pagar apenas R$ 23,85 a mais do plano que tinha (Gold Coletivo) e, para tal, ganharia de bônus a mudança de velocidade do Virtua, de 2 mega para 3 mega.

Acabo de receber a fatura cobrando de mim a mudança de 2 mega para 3 mega. Surpreso, entro em contato com a operadora, já famosa pelo seu péssimo atendimento ao consumidor, e recebo a informação de que essa suposta oferta nunca existiu. Ou seja, sou um sonhador ou um mentiroso de marca maior.

Vale aqui ressaltar que pago mensalmente mais de R$ 300,00 para esta empresa e nunca atrasei uma prestação. Ok, o mundo é dos trouxas!

Sem alternativas, peço então para voltar para o Virtua 2 mega, minha condição anterior, e sou transferido para o 'atendimento especializado', cuja especialidade, imagino, seja confrontar o cliente. A atendente Cristiane então me dá a seguinte notícia: "O Virtua 2 mega não existe mais, ou o senhor mantém os custos atuais (que reitero não solicitei) ou regride para o Virtua 1 mega".

_ Ok, e quanto a um estorno do valor cobrado indevidamente?

_ O senhor tem um protocolo da promoção? Então...

Ora, não foi uma solicitação de atendimento. Eu não liguei na NET. Fui contatado, e agora me pedem um protocolo que ateste a veracidade do que estou falando... Isso é o avesso do avesso do atendimento ao público.

Não é a primeira vez que me deparo com o péssimo grau de qualidade do atendimento desta empresa que cobra preços extorsivos e trata seus clientes como 'mentirosos'. Skavurzka!

Diante, no entanto, de um virtual monopólio de programação, já que muitos dos canais são exclusivos e restritos, você se vê obrigado a aguentar esse tipo de serviço.

Nunca usei este espaço para defender ou criticar esse ou aquele, mas diante de uma postura tão arrogante, não consigo me fazer de rogado. Registro, portanto, minha indignação como cidadão, jornalista e, acima de tudo, cliente de uma empresa que se considera acima do seu público.

14 de mai de 2010

Como convencer um geek a ler um livro



(via ALuizCosta)

The Google Job Experiment

Esse é pra quem gosta de estratégias geniais usadas para conseguir emprego. Como uma simples busca no Google pode render entrevistas com alguns dos principais diretores de criação do planeta.



(via Pitaco)

13 de mai de 2010

Tudo ao mesmo tempo agora


Neste último domingo (dia das mães), o blog LENS do jornal americano ‘The New York Times‘ pediu a todos os seus leitores que participassem de um projeto global e tirassem fotografias precisamente às 15h (UTC) e enviassem-as ao site.

O projeto chamado de ‘A Moment In Time’ foi agora publicado pelo NYT, na forma de um interessante globo, com amostras e miniaturas dos locais originais de onde foram capturadas as fotos. Muitas das mais de 15 mil contribuições são amadoras e pouco sofisticadas, mas o mais legal é o conceito por trás do projeto: ver o que outras pessoas estavam fazendo ou pensando naquele exato minuto ao redor do mundo!