24 de fev de 2011

A grife da sede


Uma artesã do Nordeste usou a criatividade para falar do problema da seca na região. Ela faz réplicas de garrafas famosas com areia no lugar da água. Um jeito impactante de relembrar que temos cada vez menos água no planeta.




(via UOD)

Um dia feito de vidro



(do blog da Cora Ronai)

23 de fev de 2011

This is not Porn: Celebridades de um jeito que você nunca viu


Sid Vicious lendo calmamente a Mad, Pablo Picasso tocando trompete, Martin Luther King jogando sinuca, Einstein curtindo um dia de sol na praia, Alfred Hitchcock mostrando sua simpatia pelo rock’n roll. Essas e outras cenas curiosas estão reunidas no site This Is Not Porn, espaço que mostra celebridades diversas flagradas em momentos bem diferentes dos quais estamos habituados a ver. Confira algumas pérolas:







(via Zupi

Música em 12 Atos

A banda Flaming Lips lançou uma nova música que só pode ser ouvida se 12 vídeos do YouTube forem tocados simultaneamente em 12 smartphones.


Um experimento único, que leva a essência da música – uma sinfonia – para a geração-mobile. Quanto mais pessoas estiverem unidas, conectadas, com seus smartphones tocando os vídeos, mais diferente e única será a música. Confira o vídeo com instruções da banda:






Enquanto isso no metrô de Tóquio...


Tiradas no horário do rush, as fotos da série Tokyo Compression, do alemão Michael Wolf, revelam a realidade dos japoneses que enfrentam as linhas abarrotadas do metrô de Tóquio, uma das cidade mais populosas do mundo. Ou você achava que era só por aqui?!

 



"Não é tão fácil assim sair das ruas"

Samusocial é um serviço de ajuda social que existe em várias cidades da França e em alguns países do mundo. Com projetos de inserção social e assistência emergencial, o grupo ajuda moradores de rua 24h por dia. Um dos maiores problemas é que esses moradores não conseguem sair das ruas. Pior ainda, a maioria das pessoas acredita que isso acontece única e exclusivamente por culpa deles mesmos.


Para inverter a situação e conscientizar a população, eles acabam de criar a seguinte iniciativa: quatro moradores de rua foram equipados com óculos que transmitem 24h da vida de cada um deles. Assim, é possível acompanhar a luta diária deles para comer, dormir, tomar banho, etc. Basta apenas acessar o site e seguir uma das transmissões. Outro detalhe: ao tentar fechar a trasmissão, uma imagem impede o vídeo de fechar e avisa que “não é tão fácil assim sair das ruas”.

O projeto com transmissão ao vivo pode ser acessado através do site. Confira o vídeo teaser:



(via Y2)

22 de fev de 2011

A paz em um cabo de guerra

No ano passado, a Saatchi & Saatchi lançou o desafio The Impossible Brief: um concurso de idéias criativas para levar palestinos e israelenses à paz. A idéia vencedora  propõe um cabo de guerra initerrupto entre equipes de 150 jogadores de cada lado. A criação foi da dupla de publicitários Francesco Basile e Alice Bottaro da McCann Erickson de Roma. Segundo a proposta, com as populações envolvidas no jogo não sobraria tempo para conflitos. Ambos vão participar como convidados do Festival de Cannes deste ano. Confira:




(via CIP)

21 de fev de 2011

Os Insurgentes

Essa foi a forma como a conceituada Adweek definiu a agência Breakfast na sua seleção das melhores do ano. Baseada em Nova York, a Breakfast se denomina como uma 'physical digital agency' e se diz 'pronta a ajudar pessoas e organizações a perceberem que é plausível querer coisas que soam como ficção científica'.


Web 3.0, Internet of things, não importa o rótulo, o que a Breakfast faz basicamente é transformar coisas incríveis já feitas no mundo virtual em acessórios ou aplicativos tangíveis no mundo real. Nas palavras do referencial IdeaFixa, são pequenas traquitanas muito bem produzidas e divertidas que aliam design e publicidade.

Quem não gostaria, por exemplo, de ter em casa um like/dislike integrado ao Pandora ou Last.fm que faz sua festa ter o som mais democrático possível?


E o que dizer de um mini-zeppellin controlado pelo acelerômetro do iPad para animar ainda mais a balada?!


Recentemente, no entanto, a Breakfast se superou. Criou a Precious, a primeira bicicleta do mundo que fala, com o objetivo de percorrer todo os EUA para arrecadar fundos para a ONG Livestrong, do ciclista sete vezes campeão do Tour de France, Lance Armstrong.


Funcionou da seguinte forma: instalaram numa bicicleta qualquer diversos sensores e deram ela a Janeen, a ciclista que teria a missão de percorrer 4.410 milhas. Conforme a temperatura, inclinação, altitude, umidade, localização ou velocidade se alteravam, a bicicleta se manifestava, 'falando', por meio do Twitter, frases que descreviam aquilo que estava se passando naquele momento.

Confira abaixo o vídeo que explica melhor como funcionava a Precious:


À propósito, insurgência, segundo a Wikipedia, é uma rebelião armada contra uma autoridade constituída. Não é que bate exatamente com o que penso do cada vez mais arraigado e impositivo 'senso comum'?!

Bicycle Film Festival

Vem aí a décima primeira edição do Bicycle Film Festival, que passará, a partir de abril, por 25 cidades, incluindo São Paulo. Confira o vídeo teaser:

O olhar da multidão

A suíça Corinne Vionnet uniu centenas de fotos turísticas em uma única imagem e deu forma à série Photo Opportunities


A artista mostra conhecidos pontos turísticos de diferentes partes do mundo, sobrepondo os registros meticulosamente, criando peças com 200 a 300 camadas.


Um olhar atento permite notar o fluxo de pessoas nesses locais, o que dá aos cenários uma fluidez curiosa, capaz de indicar a passagem do tempo de um modo diferente.
 

(via Boing Boing)

Mendigos de Nova York entram no Twitter

Quatro moradores de rua da cidade de Nova York estão utilizando o Twitter para compartilhar seu dia-a-dia com outros usuários do microblog. A iniciativa faz parte de um projeto, desenvolvido por três jovens, para um programa de estágio do banco norte-americano BBH. Pela iniciativa, os 'sem teto' receberam aparelhos celulares, a partir dos quais postam mensagens no Twitter sobre seu cotidiano.


Para o projeto, batizado de Underheard in New York, foram escolhidos quatro moradores de rua com histórias de vida e origens diferentes: Daniel (@putodanny) imigrou de Porto Rico para os Estados Unidos em 1969; Albert (@albert814) chegou da República Dominicana em 1992; enquanto Derrick (@awitness2011) e Carlos (@jessie550) nasceram em Nova York.

O projeto terá duração de um mês e pode ser acompanhado pelo Twitter ou blog. No final do período, a iniciativa pretende reunir doações para os quatro participantes escolhidos. A ideia é sensibilizar a população sobre as desigualdades sociais, suas causas e consequências. Confira o vídeo teaser:


17 de fev de 2011

Quando a Internet vai para a rua

Num mundo em que as manifestações do mundo real migram para o online, sobretudo em forma de fotos e vídeos, o designer alemão Aram Bartholl gosta de explorar o outro lado, ou seja, o efeito das intromissões do mundo online no espaço físico que habitamos.


Bartholl pega símbolos do virtual e os desloca para ambientes urbanos. Exemplos são as reinterpretações das marcações de lugar do Google Maps, que viraram instalações urbanas no projeto Map, ou as portas USB que ele embutiu nas paredes de Nova York para criar pontos de compartilhamento peer-to-peer em Dead Drops.


Seu último projeto, Highscreen 2011, é uma peça de intervenção pública que transforma monitores descartados em terminais de arte urbana.


É o último suspiro artístico das peças de hardware mal-amadas! Confira o vídeo:

Em vez de dizer aquilo, diga isso...

Perfeito para a 'Era do Politicamente Correto'...


16 de fev de 2011

Ele 'youtubou' o Facebook!

O designer Cedric Vella realizou uma proeza com seu perfil no Facebook! O vídeo abaixo mostra tudo:



(via Le Blog de Bango)

O que acontece quando se manda um WTF?!

É o novo consumidor!



Apple Water

Já pensou se a Apple resolvesse anunciar garrafas de água do mesmo jeito que faz a propaganda de seus produtos? - "Limpa. Simples. Molhada", diz o slogan imaginado pelo site Scoopertino. Confira:




15 de fev de 2011

Grifei num livro


Mais um tumblr genial!

(Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde)

(Fazendeiro do Ar - Drummond)

Florestas Tridimensionais

Desde garoto, Gregory Euclide é fascinado por paisagens rurais, isso graças à experiência de ter vivido parte da sua infância numa fazenda na cidade de Wisconsin


Descontente com as tradicionais pinturas de paisagens, por serem muito iguais umas das outras, resolveu dar mais dimensão e profundidade a esses trabalhos.



Usando materiais como grama, pedras e galhos, o artista transforma latas velhas de tinta em pequenos retratos da natureza.



Para criar uma obra, primeiro ele tomba a lata sobre um solo rochoso, esparramando o restinho de tinta que há dentro do recipiente. Depois que o produto seca, ele arranca a lata do chão, formando a base da obra, e parte para a decoração. O resultado é uma reprodução em miniatura de pedaços da natureza.


Para repensar seu conceito de papel de parede...

Charlotte Mann é uma artista britânica capaz de tranformar radicalmente qualquer ambiente usando apenas algumas canetas. Criadora de desenhos e instalações incríveis, a britânica cria ilustrações em paredes, tetos e chãos, preenchendo espaços vazio com muia criatividade.

Detalhadíssimas, suas obras são criados em escala 1:1 – ou seja, em tamanho natural. Confira algumas delas:






(via Zupi)

Os Beijos mais Pertubadores do Cinema



(via Revista Bula)

14 de fev de 2011

A Web Remixada

Joel Holmberg é mais um a entrar na peculiar listinha do 'Por quê não pensei nisso antes?!"  No projeto DJ FileType SWF ele remixa músicas de fundo de dezenas de sites populares da Rede.

Vale muito clicar aqui e conferir a primeira mixtape que ele acaba de publicar.

Cuba Encantadora

"Vejo mártires e vejo pó, vejo bonecas e lustres de lágrimas de cristal, vejo rituais diante das portas, os mesmos que não conseguiram desfazer a pior maldição de Havana, a mais profunda e eterna: 'Ser bela e ser escrava'. Amuralhada e sozinha, mil vezes sozinha entre congas e risos, 
grita com o vento"                                                       

(Wendy Guerra)

 
Tomo emprestadas as palavras da jovem escritora cubana Wendy Guerra, autora do best seller 'Nunca fui primeira dama' para apresentar o genial trabalho que Michael Eastman, um dos maiores fotógafos da atualidade, realizou em Havana.


Eastman registrou as deslumbrantes fachadas e ambientes da cidade que você confere nesse post e em seu site