29 de abr de 2011

Push Pop Press: A nova geração dos livros digitais

Push Pop Press é o nome da plataforma de publicação de livros digitais criada pelo desenvolvedor Mike Matias e apresentada como parte da “próxima geração de livros eletrônicos”.


A plataforma trabalha com a ideia de transformar livros em software, no caso, aplicativo para iPad. O livro Our Choice: A Plan to Solve the Climate Crisis, de Al Gore, é um dos primeiros títulos a ser publicado. Assista o trailer:

Al Gore's Our Choice from Push Pop Press on Vimeo.


Por meio do Push Pop Press, é possível ler os 19 capítulos do livro/aplicativo de forma não linear, arrastar ou maximizar as imagens. Em um mapa, o livro mostra a localização geográfica de diversas informações. O mais interessante são as animações e os infográficos, que intercalam os textos. Além de firulas na navegação, há inusitados efeitos de áudio (se você assoprar no microfone do iPad, alguns elementos na tela se mexem).


Na última edição do TED, Matias fez uma demonstração do livro/aplicativo. Confira:



(via Tiago Dória)

PoolBall: Sinuca com os pés ou futebol com caçapas?

A Ogilvy da Argentina desenvolveu uma ação bastante inovadora para a cerveja Budweiser, associada ao surgimento de um novo esporte e um tanto singular: o “Poolball”. A idéia buscou reunir duas grandes paixões dos homens, a vida noturna e o futebol.


O jogo é similar à sinuca, sendo que a mesa, ou melhor, o campo, tem 7×3 metros, com bolas estilizadas e no tamanho das de futebol. O jogo respeita todas as regras aplicada à sinuca, mas com os pés dos jogadores no lugar dos tacos.

O Poolball foi apresentado em um evento exclusivo, onde mais de 600 pessoas experimentaram e se divertiram com o novo esporte. Além de tudo isso, a Fox Sports e ESPN deram uma cobertura ao vivo. O vídeo abaixo trás mais detalhes, confira:



(via Newrônio ESPM)

27 de abr de 2011

Porque existem bocas que nunca falarão a verdade

Fantástica a nova série de anúncios lançada pela Repórteres Sem Fronteiras, visando defender a liberdade de imprensa no mundo.


Utilizando imagens de grandes ditadores e QR Codes, os anúncios convidam as pessoas a colocarem o seu iPhone na boca de alguns do grandes líderes mundiais e ouvirem 'algumas verdades' sobre seus governos.


A mensagem é bem direta: “Because there are mouths that will never speak the truth”


A campanha conta ainda com um site dedicado com textos, imagens e vídeos, onde é possível conhecer a verdade por trás dos maiores ditadores da história. Confira abaixo o vídeo-teaser:



(via Y2)

O que é ser jovem... na China?

Em meados de novembro do ano passado, a Box 1824, empresa brasileira especializada em pesquisa e mapeamento de tendências de consumo, lançou um vídeo que procurava traduzir o lifestyle do jovem. O vídeo “We All Want to be Young” fez enorme sucesso nas redes sociais. Todos nós queremos ser jovens. Mas o que significa ser um dos 300 milhões de jovens na China?

26 de abr de 2011

Infográficos Analógicos


Sensacional o trabalho do designer gráfico Jose Duarte, que cria infográficos com base em elementos ‘do mundo real’. Ao invés de usar os tradicionais programas de edição de imagens, como o photoshop, ele simplesmente usa objetos cotidianos para passar informação.  Na foto abaixo, por exemplo, são representados os números de usuários de Internet na China, EUA, Índia, Brasil, México e Portugal.
 
 
Abaixo, a visualização do número de e-mails enviados todos os dias:
 
Na sequência, os perfis do Twitter mais populares do mundo:

 
E, finalmente, veja um gráfico que mostra a evolução do número de usuários de Internet de 2000 a 2010:


25 de abr de 2011

As entrelinhas das logomarcas

O designer Viktor Hertz pega algumas logomarcas que tem o nome das empresas expresso e modifica para algo que ele julga ser mais “honesto”. Polêmico, duro, mas inegavelmente pertinente, não acha?









(via Illusion 360)

 

Simetrias




Para matar saudade das boas e velhas fitas cassetes


O site Mix​ibits​.com é dedicado a música cheia de nostalgia e a paixão por fitas cassettes... lá você encontra faixas para escutar (as canções não são inteiras, mas se você gostar pode comprá-las) e compartilhar e ainda pode criar as suas próprias seleções. Grande dica da Carol Hoffmann!

Grafite de Crochê

Legítima representante do movimento conhecido como yarnbombing, já comentado aqui (link), a artista Juliana Santacruz Herrera cobre os buracos e rachaduras das ruas de Paris com suas criações, emprestando um ar divertido e aconchegante às imperfeições urbanas. Confira:






(via A Pattern a Day)

20 de abr de 2011

Violoncelo e BeatBox: Uma inusitada e perfeita combinação!



You Tube T-Shirts

Comenius Roethlisberger e Admir Jahic coletaram centenas de vídeos populares e bizarros do YouTube e ilustraram com lápis de cor alguns dos principais frames de cada um. Transformaram, então, os desenhos em estampas de camiseta, que podem ser compradas aqui. Bem bacana!




19 de abr de 2011

Como seria a parte de trás dos sites mais populares da internet?

Mais um tumblr para a listinha de favoritos... Back of a Web Page, como o próprio nome já diz, se propõe a revelar, de maneira ilustrativa e bem humorada, aquilo que poderia ser o lado oculto de algumas das páginas de web mais acessadas e conhecidas.

Confira abaixo o backstage de alguns dos sites mais badalados da web:





16 de abr de 2011

Um mundo maravilhoso em stop motion

O artista sueco Dan Berglund se inspirou em What a Wonderful World, clássico de Louis Armstrong, para criar o vídeo abaixo. Usando apenas um marcador, ele ilustra no vidro diferentes passagens narradas pela canção.

15 de abr de 2011

Bring me a beer!


Quem vai ao estádio de baseball Safeco Field, em Seattle, nos EUA, não precisa levantar da cadeira pra ir atrás de uma cerveja. Graças ao Twitter e à iniciativa de um vendedor de bebidas que trabalha no local, basta twitar seu pedido para o @Msbeervendor e esperar sentado pela sua gelada.

Genial, não?! ALÔ BRAZILLL…ALÔ 2014!

'Him, her and them': O primeiro filme interativo lançado exclusivamente no Facebook

Muitos filmes têm jogado com o nível de interatividade baseado na integração individual via Facebook ou Twitter, mas nenhum ainda havia usado realmente estas ferramentas como meios de exibição e distribuição, posicionando a experiência completamente na plataforma social.


Promovido como o primeiro “filme de Facebook” já feito, Him, Her and Them usa o Facebook como plataforma e modelo para criar um filme social que envolve múltiplos usuários dentro de uma rede de amigos de uma só vez. A história é sobre um novo amor e um violento confronto contados em sete partes, e é uma mistura de live action, stills fotográficos e narração de fundo.


Embora seja casual e leve, o filme não tenta substituir a experiência de ir ao cinema de verdade, mas ao menos tenta adaptar a tradição cinematográfica coletiva de uma nova maneira. Conectada ao filme como a qualquer aplicativo do Facebook, a história se desenrola de forma intermitente, pedindo aos espectadores que convidem seus amigos para dividir a experiência com eles. Os usuários podem comentar e curtir fotos para valorizar a história sendo contada. A história vai mudando dependendo de quem está envolvido e como os espectadores escolhem responder. No entanto, o filme não exige a participação dos usuários e pode ser assistido sem que se convide os amigos.

Você encontra mais sobre o filme e sua criação visitando o seu site oficial, que possui um blog com comentários dos cineastas sobre o making of.

Confira o trailer:

14 de abr de 2011

Para ler no banheiro

Na falta de um livro, jornal ou revista – e até notebooks e iPads –  as pessoas geralmente recorrem a qualquer objeto que esteja à mão para ler no banheiro.


Pensando nisso, e querendo incentivar o hábito da leitura, a rede de livrarias “100 000 books”, da Rússia, imprimiu trechos de best-sellers em purificadores de ar e espalhou os produtos em banheiros de shoppings, escritórios e restaurantes. O sucesso foi tanto que a empresa decidiu vender os purificadores nas suas lojas.

(via Direct Daily)

 

Uma Reação em Cadeia que Vai Fazer Você Sorrir

Esqueça o bom e velho 'XIS' ou aquele irritante 'Olha o passarinho', Rube Goldberg vai lhe fazer sorrir para a foto com essa engenhoca que ele inventou:




(via The Creators Project)

Para relaxar... e viajar!

Descobri 'folheando' o IdeaFixa essa banda chamada Peixoto & Maxado. Assiste, ouve e viaja nesse videoclipe que eles fizeram para a música 'Die in Vain'. Good vibe, praia e uma fotografia animal!





12 de abr de 2011

As celebridades e suas magrelas

Veja alguns dos maiores nomes da história do cinema e da música relaxando com suas magrelas. As fotografias foram reunidas pelo tumblr Rides A Bike, mais um achado! 

Nicholas Cage e Matthew Modine


Paul Newman e Katharine Ross 


Frank Sinatra

Gina Lollobrigida e Vittorio De Sica


Federico Fellini


Alain Delon e Ottavia Piccolo


Humphrey Bogart  


Elvis Presley

Alfred Hitchcock

Playmobil Apple Store

 
Para os applemaníacos de plantão: foi lançada a loja da Apple em versão Playmobil. Yeap, tem Steve Jobs anunciando o iPad 2, tem a galera testando os Macs, iPads, iPhones...


(via Follow the Colours)

11 de abr de 2011

The Footloose Remake


Uma turma de diretores (amadores como eles se auto-definiram) resolveu fazer uma nova versão de Footloose, um dos clássicos dos anos 80 que, vira e mexe, reprisa na Sessão da Tarde.

Segundo a Lalai, é risada na certa! Você confere na íntegra logo abaixo:


Our Footloose Remake (Full Movie) from DaveAOK on Vimeo.



10 de abr de 2011

The Clock - O filme de 24 horas

A ideia é sensacional: juntar trechos de filmes em que aparecem relógios com a hora marcada. A montagem e a exibição fazem com que a hora que apareça na tela seja sempre a mesma hora do tempo real. O espectador pode entrar e sair da sala de projeção na hora que quiser, mas quem quiser assistir ao filme inteiro precisa ficar 24 horas seguidas.


Em resumo, essa é a proposta de 'The Clock', produção do americano Christian Marclay que, depois de provocar alvoroço nos circuitos mais alternativos de Londres, acaba de chegar à Nova York.

Ao que nos consta, contudo, ninguém ainda conseguiu o feito de ficar 24 horas ininterruptas em frente à telona. E você? Se arriscaria?

Abaixo, uma reportagem da BBC sobre a produção:

Um jogo de tabuleiro para você brincar de Mark Zuckerberg

Startup Fever, The Board Game é mais um projeto bacana criado na onda do crowdfunding impulsionada pelo sucesso do Kickstarter. A ideia de seu criador, Louis Perrochon, é oferecer aos jovens a possibilidade de treinar - jogando - para serem futuros empreendedores de empresas de tecnologia, nos moldes das startups de sucesso que brotam todo ano no Vale do Silício, na Califórnia.

  
O Startup Fever permite aos jogadores construir um produto imaginário, contratar funcionários imaginários, ter clientes imaginários e, obviamente, gerar uma receita também imaginária. Contudo, para aqueles que tem a veia empreendedora, pode ser um belo exercício antes de colocar os peões em jogo de fato.

O jogo, que já levantou mais de 2 mil dólares de financiamento no Kickstarter, precisa de mais 10 mil para vingar. Confira o vídeo teaser abaixo:

8 de abr de 2011

'O Poderoso Chefão' em 1 minuto e 1 take



(via magopaco)

E se os discos fossem livros?

O designer Christophe Gowan inventou capas de livros baseadas em alguns dos álbuns mais clássicos da história do pop/rock. De Beatles à Oasis, um belo exercício de imaginação! Agora, cá entre nós, se fossem livros mesmo, e eu me deparasse com essas capas na prateleira da livraria, tirando a do Pink Floyd e a do Arcade Fire, não chegaria nem perto de bisbilhotar a orelha... Dica do Renato Cruz