15 de mai de 2010

NET - Um mundo de arrogância


Sou assinante da NET há pelo menos 5 anos. Recebi há cerca de um mês uma oferta para migrar meu plano para a NET Digital e, para isso, pagar apenas R$ 23,85 a mais do plano que tinha (Gold Coletivo) e, para tal, ganharia de bônus a mudança de velocidade do Virtua, de 2 mega para 3 mega.

Acabo de receber a fatura cobrando de mim a mudança de 2 mega para 3 mega. Surpreso, entro em contato com a operadora, já famosa pelo seu péssimo atendimento ao consumidor, e recebo a informação de que essa suposta oferta nunca existiu. Ou seja, sou um sonhador ou um mentiroso de marca maior.

Vale aqui ressaltar que pago mensalmente mais de R$ 300,00 para esta empresa e nunca atrasei uma prestação. Ok, o mundo é dos trouxas!

Sem alternativas, peço então para voltar para o Virtua 2 mega, minha condição anterior, e sou transferido para o 'atendimento especializado', cuja especialidade, imagino, seja confrontar o cliente. A atendente Cristiane então me dá a seguinte notícia: "O Virtua 2 mega não existe mais, ou o senhor mantém os custos atuais (que reitero não solicitei) ou regride para o Virtua 1 mega".

_ Ok, e quanto a um estorno do valor cobrado indevidamente?

_ O senhor tem um protocolo da promoção? Então...

Ora, não foi uma solicitação de atendimento. Eu não liguei na NET. Fui contatado, e agora me pedem um protocolo que ateste a veracidade do que estou falando... Isso é o avesso do avesso do atendimento ao público.

Não é a primeira vez que me deparo com o péssimo grau de qualidade do atendimento desta empresa que cobra preços extorsivos e trata seus clientes como 'mentirosos'. Skavurzka!

Diante, no entanto, de um virtual monopólio de programação, já que muitos dos canais são exclusivos e restritos, você se vê obrigado a aguentar esse tipo de serviço.

Nunca usei este espaço para defender ou criticar esse ou aquele, mas diante de uma postura tão arrogante, não consigo me fazer de rogado. Registro, portanto, minha indignação como cidadão, jornalista e, acima de tudo, cliente de uma empresa que se considera acima do seu público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário