31 de jan de 2011

O grafite à la Tim Burton de Richard Vermaak


Espaços degradados, sujos e abandonados. Para muitos, locais como esses não possuem qualquer ligação com a arte. Mas para Richard Vermaak, essas são as locações ideais para desenvolver sua série de desenhos, intitulada Skelewags, inspirada no Dia de Los Muertos, uma das principais datas do calendário mexicano.




Inspirando-se nas falhas, manchas e rachaduras de paredes antigas e calçadas mal cuidadas, o artista cria cenários fantasiosos para seus personagens à la Tim Burton, que ora lutam próximos a montanhas de sujeira, navegam em peçados de latas ou são tragados por um redemoínho vindo da tampa de bueiros.





(via Design You Trust)

Little White Lies

Little White Lies ou simplesmente LWL é uma super hypada revista de cinema inglesa feita pelo estúdio The Church of London.

Com periodicidade bimestral e formato 20x24,5, a publicação usa e abusa de artes bem bacanas para suas capas e em toda a sua diagramação, como você pode ver acima e abaixo.


Eles acabam de lançar um sensacional making of que mostra todo o capricho do processo de edição: começando pela reunião para decidir o que vai habitar cada página da revista, muito café, a seleção e tratamento das imagens e até o nascimento de uma fonte específica (desenhada à mão inicialmente) para compor o título na capa. Genial!



Todos os números (a revista é publicada desde 2005) estão disponíveis para leitura na íntegra aqui

29 de jan de 2011

Gente sem assunto

Essa é especialmente para o povinho do Twitter que acha que está no programa da Xuxa e todo santo dia dá #bomdia para Deus e o mundo e #partiu para o mundo e Deus... ô gente sem assunto!



28 de jan de 2011

O Alfabeto Tipográfico

O designer italiano Alessandro Novelli representa cada uma das letras do alfabeto com uma tipografia diferente nessa ótima animação!




City Rain

O game City Rain é uma valiosa ferramenta de cunho pedagógico educativo e um exemplo bem sucedido sobre como aliar entretenimento e educação. O game ganhou a Copa do Mundo da Computação, dentre mais de 12 mil projetos de 61 países.


Mistura dos clássicos Sim City e Tetris, o City Rain foi desenvolvido em 2008 por quatro estudantes da UNESP de Bauru. Trata-se, basicamente, de uma combinação de um simulador de construção de cidades e um jogo de encaixa blocos. O objetivo é fazer o melhor planejamento urbanístico e cuidar da natureza levando em consideração a qualidade de vida das pessoas. O jogo exige dos usuários raciocínio rápido e noções básicas de urbanismo e sustentabilidade.

Como um membro da RAIN (Rescue And Intervention Non-profit organization), a tarefa do jogador consiste em resgatar cidades da lista negra antes que elas sejam punidas pelo mundo por serem destrutivas para nossos recursos naturais insubstituíveis. A cidade virtual conta com serviços públicos como hospitais, escolas, corpo de bombeiros, segurança, coleta seletiva de lixo, reciclagem, estações de tratamento de água, usinas de geração de energia, além de parques, casas e prédios.

O download custa $ 9,95 e pode ser feito aqui

Confira o teaser abaixo:



26 de jan de 2011

Movie Mashups

Se o mundo da música já vem fazendo mashups há um bom tempo, porque o cinema deveria ficar de fora?


Tudo bem que conseguir juntar Harry Potter com Trainspotting seria muito mais complicado do que mixar Prodigy e Ramones, mas é para isso que existem os posters de cinema. Confira abaixo algumas pérolas encontradas pela web:












Tatuando Famosos

Jean-Luc Moerman elabora intrincadas tatuagens sobre fotografias que encontra em revistas como Vogue, Rolling Stone e Playboy, além de reproduções de pinturas antigas. 



Barack Obama, Madonna, Audrey Hepburn, James Dean e Uma Thurman são algumas das figuras marcadas pela habilidosa caneta do belga. Confira:




 (via Zupi)

O Pequeno Livro dos Beatles


Depois de recontar a história do rock em O Pequeno Livro do Rock, lançada pela Conrad no início de 2010, o ilustrador, cartunista e roteirista fancês Hervé Bourhis quis se dedicar a apenas uma e talvez a mais importante banda do gênero: os Beatles.



A obra repassa a história da banda, desde o nascimento de cada um dos integrantes até o lançamento do disco “Y Not” de Ringo Starr.


 
Bourhis comenta fatos da carreira-solo de cada um dos beatles que muita gente nunca ouviu falar aqui no Brasil e faz isso ano a ano, com ilustrações de cada passagem.
 
O livro tem 168 páginas e custa R$ 31,43 aqui

Quebrando o Gelo

As Icebreakertags surgiram em um café com literatura que acontece periodicamente em Nova York, o Creative Mornings, que sofria, como praticamente ocorre com todo evento, com a timidez e insegurança dos participantes.

Aparentemente similares às name tags, a ideia aqui é quebrar o gelo, ou seja, em vez de se esperar que as pessoas se apresentem formalmente, a proposta é instigar a participação coletiva por meio de questionamentos.

Genial sacada da Tina do inspirador swiss-miss!

25 de jan de 2011

Como tangibilizar a experiência da música digital?

Essa eu vi no blog da Lalai - se você não conhece, clica que tem sempre grandes achados! Trata-se de um projeto da sempre surpreendente IDEO para quem curte música e adora experimentar produções, mesmo sem grandes conhecimentos.


Funciona assim: foram criados cartões com RFID embedado, que contém tracks de músicas. Aí entra o C60, em que o usuário escolhe os cartões e vai colocando no “aparelho” e montando suas próprias músicas e mixando do jeito que preferir.

Confira o vídeo e, para saber como foi o processo de desenvolvimento, se joga aqui nesse link:

24 de jan de 2011

Receita de Música



(Via UOD)

Ceramic Art

O Malmo Streets Project, um grupo de artistas suecos da cidade de Malmo, faz sua arte de rua sobre as cerâmicas das calçadas. Intervenção urbana em grande estilo!



Visão além do alcance


Para o fotógrafo Zach Stern, especialista em fotografias em infravermelho, um artista deve equilibrar a acessibilidade, surpresa e beleza. E a técnica em questão faz tudo isto de maneira arrebatadora.


As imagens produzidas por ele permitem uma visão diferente do mundo ao nosso redor, como se estivéssemos observando um universo onírico e enigmático.


A impressão que fica é de uma visão além do que se está vendo de fato!



23 de jan de 2011

Run Obama, Run!

  

(via Design you Trust)

Não me entenda mal

Don't get me wrong é uma obra literária fadada ao sucesso, tamanha a sua pertinência em um mundo globalizado, com o perdão do clichê.


A proposta é apresentar a diferença do significado dos gestos feitos com as mãos em 50 países, da Austrália ao Zimbabwe. Recheada de ilustrações, a obra assinada por Julia Grosse e Judith Reker revela idiossincrasias extremamente úteis para os viajantes de plantão!

Confira abaixo algumas curiosidades:


O nosso sinal de 'Ok" é um insulto no Irã, no Iraque e no Afeganistão.


O que é 'perfeito' no México, no Canadá e na Suíça, em muitas regiões brasileiras é encarado como um insulto.

21 de jan de 2011

20 coisas que aconteceram na Internet em 2010


SYZYGY em parceria com o ilustrador McBess, fizeram um quebra-cabeça com as coisas que aconteceram em 2010 na internet, memes e tendências. Os dois caras disputando na faca o badge do Foursquare, menino correndo do clipe interativo do Arcade Fire, ANGRY BIRDS... Veja quantas você consegue matar?

(via IdeaFixa)