17 de fev de 2011

Quando a Internet vai para a rua

Num mundo em que as manifestações do mundo real migram para o online, sobretudo em forma de fotos e vídeos, o designer alemão Aram Bartholl gosta de explorar o outro lado, ou seja, o efeito das intromissões do mundo online no espaço físico que habitamos.


Bartholl pega símbolos do virtual e os desloca para ambientes urbanos. Exemplos são as reinterpretações das marcações de lugar do Google Maps, que viraram instalações urbanas no projeto Map, ou as portas USB que ele embutiu nas paredes de Nova York para criar pontos de compartilhamento peer-to-peer em Dead Drops.


Seu último projeto, Highscreen 2011, é uma peça de intervenção pública que transforma monitores descartados em terminais de arte urbana.


É o último suspiro artístico das peças de hardware mal-amadas! Confira o vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário