31 de ago de 2012

Parece pintura, não?!

Cibachrome. Esse é o nome de uma técnica utilizada para intensificar a definição, a cor e o brilho de uma foto. A imagem é captada em cromo (um positivo) e ampliada diretamente para o papel.



Por ser um processo direto, o Cibachrome é o mais nítido de todos os processos de ampliação e também o mais fiel à realidade. Exibe uma infinidade de degrades e cores que o negativo e o digital não suportam, e consegue dar um volume aos tons de preto.



Trata-se de um processo muito tóxico e complicado, por isso não é feito no Brasil em grande escala. Fotógrafos brasileiros que se utilizam deste processo, costumam fazer as suas ampliações em Paris. 



Um dos mestres no assunto é o holandês Ruud Van Empel. A forma de composição de Van Empel é um processo detalhista e complexo. Por meio de softwares de manipulação de imagens, ele situa seus modelos, especialmente crianças ruivas e negras, em ambientes naturais.




Transborda inocência, não?!



Nenhum comentário:

Postar um comentário