13 de set de 2011

A Grande Batalha dos Versos


Criado nos Estados Unidos durante a década de 1980 pelo poeta Marc Smith, o Poetry Slam é uma  competição em que poetas recitam versos para um júri. Contudo, ao contrário das declamações tradicionais de poesia, no Poetry Slam a audiência desempenha um papel fundamental. É ela quem decide se um poema é bom ou ruim.


As regras do jogo, que vem congregando cada vez mais entusiastas mundo afora, exigem que os participantes declamem poemas de sua autoria, com no máximo três minutos de duração, e não se utilizem de trilha sonora, cenário e figurino. Devem recorrer apenas à voz e à expressão corporal.



A competição de poesia falada ainda é pouco conhecida no Brasil, mas o país já possui uma representante na modalidade com destaque internacional. É a atriz paulista Roberta Estrela D`Alva.


Ela conquistou em Paris o terceiro lugar num torneio que reuniu concorrentes de 15 países, a 8ª Copa do Mundo de Slam. Chegou à França como zebra, já que os brasileiros não têm nenhuma tradição em disputas do gênero, mas acabou seduzindo a torcida e logo passou a figurar entre os favoritos. No confronto derradeiro, só pontuou menos que os canadenses Chris Tsé, segundo colocado, e David Goudreault, o campeão. O resultado impressiona ainda mais quando se considera que Roberta apresentou-se em português, enquanto os outros finalistas falavam inglês ou francês, idiomas compreensíveis pelos jurados. Legendas exibidas no fundo do palco traduziam as poesias da atriz.

O vídeo abaixo mostra em detalhes como foi. Sensacional!



Nenhum comentário:

Postar um comentário