6 de fev de 2009

Ataque Libriano

por Fernando Targa

Como muitos já sabem, aconteceu nessa semana um daqueles casos malucos que só o ser humano mais sem noção tem a capacidade de produzir. Um tiete do galã norte-americano Tom Cruise está leiloando um copo de mate, usado e amassado pelo próprio astro durante sua recente visita ao Rio para promover seu novo filme. Verdade ou não, o “objeto sagrado” está disponível para arremate pela bagatela de 5 mil reais.

Isso me fez lembrar uma cena do filme “Febre de Juventude” (I wanna hold your hand, de 1978), onde dois dos adolescentes que viajaram até Nova York para ver a apresentação inédita dos Beatles no “Ed Sullivan Show” são pegos no flagra vendendo pedaços de lençóis que teriam coberto as camas dos quartos de hotel onde eles estavam hospedados. É claro que tudo era uma farsa...

A fama exacerbada dos pop stars vem um pouco disso, mas essa insanidade é alimentada muitas vezes pelo próprio artista, que maltrata nossa inteligência com frases e declarações totalmente dispensáveis. Escolhi 5 das piores para ilustrar bem o que estou falando:

“Sou modesto no que diz respeito à criação e não o sou pessoalmente. Me acho melhor do que Chico, Gil e Milton juntos”
Caetano Veloso, astro da Tropicália e humilde brasileiro...

“Nós inventamos o Punk. Nós dizemos como as coisas são”
John Lydon, dos Sex Pistols, mostrando como se responde a um entrevistador curioso demais

“Eu canto melhor que o Elvis Presley”
Liam Gallagher, vocalista do Oasis, ao final de um dos vários shows em enormes arenas londrinas


“Com certeza, já transei com mais de 2 mil mulheres”
Paul Stanley, integrante da banda de hard rock Kiss

“Não acredito nos Beatles, acredito em mim”
John Lennon, um dos Beatles e alto-confiante ao extremo

Haja paciência...

Até

Nenhum comentário:

Postar um comentário