29 de out de 2012

Parabolicamará

A artista plástica brasileira Isabel Löfgren finalizou no primeiro semestre deste ano um belíssimo projeto de intervenção urbana em Estocolmo chamado Satellitstaden.


Cerca de mil antenas parabólicas foram cobertas com capas de tecido colorido. Vale ressaltar que as tais parabólicas não são permitidas pelas autoridades suecas e foram instaladas em Fittja, um subúrbio da capital, por imigrantes vindos em geral do Curdistão e da Assíria. Funcionando quase que como uma gambiarra nas fachadas e nas varandas dos apartamentos, as antenas possibilitam aos imigrantes ver canais de televisão dos seus países, o que ajuda a matar a saudade de casa.


Segundo Isabel, 'ao assistir os canais de seus países, os imigrantes se mantêm conectados aos assuntos políticos de seu povo e muitos se mantêm muito ativos nas questões políticas na emancipação de seus povos'.


Em troca da capa colorida, os moradores contaram as histórias de seus exílios e o papel da televisão de seus países em sua vida cotidiana na Suécia. Estas histórias foram reunidas, editadas e publicadas neste website.


O projeto foi realizado em parceria com o artista plástico sueco Erik Krikortz e contou com o apoio do Botkyrka Konsthall (um centro de artes local).

(Referência: Blog da Anna Ramalho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário