1 de nov de 2010

Underwood Stories

Muito além da web, algumas publicações tem apostado em formatos para lá de irreverentes para ganhar espaço, mas uma revista literária entregue em um disco de vinil?! Com periodicidade semestral, a inglesa Underwood Stories procura resgatar o velho hábito de se ouvir histórias e, literalmente, gira o velho bolachão ao contrário, transformando o analógico em vanguarda.



O nome não poderia ser mais pertinente, já que Underwood foi uma das mais tradicionais fabricantes de máquinas de escrever do mundo. Fundada pelo escritor Nathan Dunne, a 'publicação' saiu pela primeira vez em maio deste ano e terá sua segunda edição agora em novembro.

Dois escritores lêem um de seus contos em cada edição - na estréia foram Toby Litt e Claire Wigfall. A tiragem é limitada e o preço é bem salgado: 25 libras. "Um disco de vinil é uma combinação de som original e embalagem artesanal - totalmente o oposto do digital", elabora Dunne. Contudo, como argumenta Michelle Pauli no Guardian, difícil será encontrar alguém com um tocador - a boa e velha vitrola - para dar cabo da experiência...

Nenhum comentário:

Postar um comentário