11 de set de 2010

Cidades de Pano

Ao viajar, às vezes não dá vontade de levar a casa inteira na mala?! Mas será que a gente, de fato, não leva até mais do que isso?


Essa é basicamente a premissa do trabalho da chinesa Yin Xiuzhen, que arranja roupas descartadas e outras peças de tecido para erguer verdadeiras metrópoles portáteis.




Olhando para a correia transportadora de um aeroporto, à espera de sua bagagem, Yin teve a inspiração para desenvolver seu trabalho. De acordo com ela, a ideia é 'representar um símbolo tangível do espírito móvel da vida contemporânea'.


Casacos, blusas, vestidos, bolsas e artigos de vestuário usados se transformam em pequenas fábricas, arranha- céus, estradas e parques nas mãos hábeis de Yin, que faz cidades como Berlim, Vancouver, Melbourne, Seattle e Beijing se tornarem pano... e algo além!

Nenhum comentário:

Postar um comentário