28 de mai de 2009

“Muji não é uma marca. A Muji não faz produtos de moda ou individualistas, nem mesmo reflete a popularidade do seu nome nos seus preços. Muji cria produtos para uma visão global de consumo do futuro. Isso significa que não criamos produtos que seduzem os consumidores por “esse é o melhor” ou “tem que ter isso”. Gostaríamos que nossos consumidores sentissem um sentimento racional de satisfação que vem, não com “isso é o melhor”, mas “isso é suficiente”. O “melhor” se torna “suficiente”.”

(miniaturas com ícones de Nova York)

Como se pode ver, a Muji está mais para uma filosofia de vida do que uma loja, mas já é uma conceituada marca criada no Japão, que já possui lojas nos EUA, Europa e Ásia, e é mencionada como referência por designers do mundo inteiro.


(caixas de som dobráveis de papelão)



(um dos campeões de vendas: cadernos com zíper)

A Muji descreve que seus produtos são absolutamente simplificados. Levando em consideração seus princípios, não se trata de torná-los o mais barato possível, nem usando o mais mais rápido e fácil sistema de produção (leia-se também mão de obra baratíssima). Além disso, os produtos, principalmente móveis e compartimentos, são modulares. O lema é aproveitar tudo ao máximo. “Do salmão, aproveita-se da cabeça ao rabo”!



Um bom exemplo é o CD media player que pode ser afixado na parede. Ele enfeita bem o ambiente, o disco rodando fica visível e os speakers ficam em volta, disponível com acabamento preto ou branco. Para dar Play é só puxar o fio e os outros controles ficam em cima. O aparelho tem aprox. 17×17 cm, 4 cm de profundidade e pesa um pouco menos de 550 gramas. Preço: US$ 178,00.

Reforçando sua filosofia, a Muji conta também com uma loja de café-da-manhã (super saudáveis, claro) e um Campsite, com workshops sobre acampamento, artesanato regional e atividades rurais (plantação e criação).

Nenhum comentário:

Postar um comentário