13 de mar de 2009

Ataque Libriano

por Fernando Targa

TOP 5 – Remixes dos anos 80

Há algum tempo atrás, minha paixão musical reverberava em um volume bem mais alto. Época em que tratava um dos meus hobbies pessoais como algo bem mais sério. Fato é que minha carreira de DJ de pop/rock 80’s não chegou a deslanchar, mas era divertido. Só tinha uma coisa que me incomodava muito (e ainda incomoda, pra ser sincero...): ir a uma balada e ouvir um DJ “preguiçoso”.

Um bom DJ é aquele que tem a sensibilidade de saber o que a pista quer ouvir e não simplesmente agir como se fosse um robô, colocando em seqüência várias músicas que parecem uma única. Os remixes entram nessa história como assistentes leais dos DJs sem criatividade e como moscas nos meus ouvidos. Lembro de ter perdido minha paciência várias vezes, em baladas que os tais “donos da festa” só sabiam tocar músicas com a mesmíssima batida, em uma sequência que parecia não ter fim.

Nos anos 80, o que até então era evolução natural dos experimentos de Karlheinz Stockhausen e das invenções de Robert Moog e outros virou febre de versões mal feitas, tocadas a exaustão nas baladas e nas rádios brasileiras. Principalmente por isso, eu era averso a escolher remixes, acabava optando (quase) sempre por tocar as versões conhecidas de todos.

O “quase” acima é proposital. Em algumas vezes, caía em contradição e tocava aquelas versões mais longas, cheias de loops, efeitos e distorções, não tinha jeito. E já que é pra dar o braço a torcer, ok... Eu me rendo!! Aqui estão as 5 versões que mais “gostava” de tocar. Não existe nenhuma justificativa para as escolhas, apenas são as que me lembro de ter tocado para tentar levantar a pista.


Fascinated (12’’ original mix) – COMPANY B
Primeiro single do trio de acid house, precursor de grupos de garotas como Salt n’ Pepa e TLC. Chegou ao 21º lugar da parada Billboard.



Join in the Chant (original mix) – NITZER EBB
Hit do álbum de estréia “That Total Age”, é um dos grandes singles do chamado “som industrial” ou EBM. O grupo é contemporâneo de bandas eletrônicas dos anos 80 como o Front 242.


Together in electric dreams (12’’ version) – GIORGIO MORODER & PHILIP OAKLEY
O famoso produtor musical italiano juntou-se ao vocalista da banda de synthpop Human League para lançar um álbum em 1984. A música virou tema do filme “Amores Eletrônicos”, lançado no mesmo ano.


Stop! (12’’ remix) - ERASURE
Faixa 3 do álbum “Crackers International”, lançado pela dupla em 1988. Naquela época, o Erasure já era muito famoso e estava prestes a lançar o álbum mais bem sucedido da carreira. “The Innocents” chegou ao topo das paradas britânicas, graças ao mega hit “A Little Respect”


Temple of Love (Touch mix with Ofra) – SISTERS OF MERCY
Um dos maiores sucessos do grupo de maior sucesso do estilo “gótico”. A faixa está na compilação “12’’ Collection”, lançada em 1995 pela gravadora Merciful Release e tem participação da cantora israelense Ofra Haza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário