1 de fev de 2009


Make life better. Esse é o slogan de mais uma rede social, a Affluence. Assim como a Small World, Diamond Lounge e Qube, a Affluence tem como foco pessoas de alto poder aquisitivo, ou melhor, milionários.

Ao contrário de seus concorrentes diretos, no entanto, a Affluence não exige convites para que os interessados possam se tornar membros. É possível se registrar gratuitamente, desde que se apresente um demonstrativo de patrimônio líquido mínimo de US$ 3 milhões ou um rendimento mínimo anual de US$ 300 mil.

Uma vez na comunidade, o usuário terá o apoio de uma 'concierge' que o ajudará a gastar seu dinheiro nos melhores hotéis, restaurantes, clubes e discotecas. Além disso, terá acesso a festas dignas de dasluzete, mansurete e garneirete nenhum botar defeito. Mensalmente, o privilegiado membro do clube receberá uma revista impressa - a Affluence Magazine - em sua casa, com dicas e sugestões para tornar seu dia a dia mais agradável. Contudo, o maior benefício de redes sociais como a Affluence é o relacionamento, ou seja, em seus domínios o papo é de milionário para milionário.

Segundo reportagem da Techcrunch, esse modelo de rede social para 'privilegiados' tende a se disseminar este ano. E o Brasil, quer dizer os arredores da Vieira Souto, Vila Nova Conceição e Morumbi, é um dos potenciais alvos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário