29 de mai de 2011

Móveis que só faltam falar

Vincent Thomas Leman e Judson Beaumont não acreditam no convencional, ou melhor, fogem dele como o Diabo da cruz. Suas peças são construídas com linhas que parecem saídas de um filme de animação ou de uma exposição surrealista, como preferir. Armários, relógios, escrivaninhas e espelhos - o tradicional mobiliário que conhecemos adquire contornos inovadores sem perder a funcionalidade.


Vincent é o dono da Dust Furniture e se esforça por conjugar uma mobília que possa ser utilizada sem problemas no dia-a-dia, mas que sirva também para alegrar a rotina.

Com um trabalho descrito como “mobiliário tradicional-abstrato”, Vicent constrói, de fato, móveis comuns, como armários, relógios, espelhos e escrivaninhas; todos feitos de madeira e à mão - o que chama a atenção é, de fato, o visual de suas criações. Essa combinação entre o tradição e inovação garante obras diferentes e ao mesmo tempo acessíveis.

Não dá para negar que ele é ousado, mas não tanto quanto Judson da Straight Line Designs. Sempre procurando uma maneira de criar um sentimento, uma característica marcante ou uma emoção em suas peças, sua mobília tem personalidade e excentricidade que realmente faz pensar porque alguns móveis são tão comuns e quadrados. 


Uma mesa que faz xixi, armários que explodem e escrivaninhas com vida são algumas das imaginativas peças idealizadas pelo estúdio.  



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário