22 de abr de 2010

O homem que morreu de propaganda

A Thought Bubble acaba de produzir um vídeo bem interessante para a Ad Busters, ONG anticonsumista baseada em Vancouver, no Canadá. O vídeo, chamado 'Junk Thought', relaciona a problemática do excesso de informação a qual estamos expostos com a poluição, nesse caso, mental.

Mostra que, do mesmo jeito que sabemos dos efeitos nocivos de um belo junk food goela abaixo, deveríamos também ter consciência de que as coisas que comemos com os olhos e ouvidos podem ter consequências muito piores.

No vídeo, vale destacar um trechinho de um conto escrito em 1866 pelo francês Emile Zola, “Death by Advertising”, sobre um sujeito ingênuo que simplesmente consumia tudo o que lhe era sugerido pela propaganda.



(via UOD)

Nenhum comentário:

Postar um comentário