31 de jan de 2010

Quando o obsoleto vira arte

Não é novidade que a tecnologia evolui a cada dia tornando objetos, antes indispensáveis, em peças obsoletas e na lista do que irá para o lixo na próxima arrumação da casa. Por isso, o trabalho do artista Nick Gentry ganha relevância. Ele usa disquetes, fitas cassetes e outras mídias já descartadas do nosso dia-a-dia, como base para as suas criações.




(via Wooster Collective)

Nenhum comentário:

Postar um comentário