8 de jul de 2009


Na tentativa de acabar com essa história de “pegada de carbono” proveniente das impressões publicitárias, a agência holandesa GreenGraffiti resolveu fazer seu trabalho utilizando só água mesmo – e muita pressão. A companhia imprime marcas no asfalto criadas a partir de um spray que limpa à medida que desenha os contornos. Cada marquinha consome cerca de dez litros de água, mas, antes de alguém fazer cara feia, a empresa se explica: eles compensam essas perdas.

De acordo com o site, para cada litro de água usada, há investimento em água potável no semiárido do Nordeste brasileiro.O projeto é uma parceria com a ONG AS-PTA, que apoia agricultura familiar. Os moradores da região recebem suporte da ONG para instalar tanques para recolher, armazenar e purificar água de chuva e se abastecerem durante os meses de seca.


Mas essa é a única conexão da GreenGraffiti com o Brasil, já que eles não veiculam sua marca por aqui.Tudo bem que a empresa dá uma forcinha para o nosso país, mas compensa trocar as emissões de impressão pelo maior uso de água?

Nenhum comentário:

Postar um comentário