29 de jun de 2009

Papergirl Street Art Project

Um grupo de artistas desenvolveu uma estratégia criativa para difundir a arte entre os moradores de Berlim. Uma vez ao ano, eles se reúnem para percorrer a cidade de bicicleta e distribuir aleatoriamente rolos com obras de arte, sem qualquer tipo de cobrança.


Para o grupo de artistas, o “acaso” é parte fundamental da iniciativa, desde a escolha das peças que irão compor cada rolo até as entregas aleatórias pelas ruas da capital alemã. Enviados por mais de 70 artistas de 9 países, as obras não têm padrão ou formato definido. Podem ser originais, cópias, fotografias e ninguém define como serão agrupadas. Não existem regras. Formados por 15 peças diferentes, cada rolo entregue constitui-se em um objeto único.


Além disso, também não existem assinantes. As casas e pessoas são escolhidas na hora da entrega. De bicicleta, os artistas não têm tempo para pensar qual rolo será deixado em cada lugar. Para os articuladores da ação, é preciso reagir espontaneamente. “Entregar os trabalhos de bicicleta significa que não temos tempo para escolher onde deixaremos os rolos”, explicam no site do projeto.

Eles afirmam que a ideia básica é surpreender o público, colocando as pessoas em contato com a arte de uma maneira diferente. O impulso inicial aconteceu em 2005, quando o governo alemão tornou mais rígidas as regras para colar pôsteres e cartazes em lugares públicos - o que nos faz pensar que o projeto naturalmente poderia ser aplicado em São Paulo, já que se encaixa no mesmo contexto.

Os artistas definem o PaperGirl como uma ação colaborativa não-comercial e resumem no lema do projeto sua principal motivação: “Qualquer um que pega um rolo é sortudo e dinheiro não pode comprar sorte.”

Confira um vídeo das entregas nas ruas de Berlim:



(Referência: Cool Hunting)

Nenhum comentário:

Postar um comentário